sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Brasileirão

Pois é... eu havia comentado que o meu Coringão brigaria pela vaga na Libertadores e queimei a língua. O Timão perdeu o rumo, se mostrou um time desorganizado, o time ia bem até quando a equipe se fechava bem e partia rapidamente para os contra-ataques com Willian e Ewerton, a exemplo do Palmeiras, que consciente das suas limitações utiliza tal tática. A partir do momento que o Corinthians começou a achar q tinha uma seleção e partiu pro ataque, o Timão começou a cair.
Os grandes exemplos estão nos grandes rivais (Palmeiras e São Paulo) as equipes apostaram em uma defesa sólida e em contra-ataques rápidos, o São Paulo ainda tem o trunfo das bolas paradas com Jorge Wagner e Rogério Ceni.
Cruzeiro e Botafogo tem ataques devastadores, mas falta algo na defesa destas equipes. O Fogão sonha com um goleiro como Felipe do Timão, enquanto o estrelado time de BH ainda procura um substituto para seu antigo capitão Edu Dracena.
O Vascão, é naquele esquema, imbatível em São Januário (que aliás foi condenado pela justiça a ir a leilão) e fora de casa faz partidas sofríveis como a do final de semana contra o Sport.
Como estou em Curitiba não posso deixar de comentar as equipes paranaenses (da primeira divisão). O Paraná, desde o ano passado digo que é o melhor time do estado, mas a equipe sofre com a falta de regularidade da sua defesa, talvez um volante mais pegador ajude a dar mais segurança ao pantera Flávio. Já o Atlético... como eu disse hoje, "meia boca" é um bom termo para definir essa equipe. Atacantes medíocres, no meio o Ferreira jogando sozinho enquanto o Allan Bahia parece que ainda está em choque pelo acidente do começo do mês e a defesa mal posicionada. Ney Franco terá muito trabalho, quem sabe a solução da equipe seja o 3-5-2, dando mais liberdade ao Allan Bahia para chegar junto ao Ferreira na armação da equipe. Já o Ramón, pode ficar no banco que é um grande feito, um belo ex-jogador em atividade.

É isso aí....


abração a todos!