terça-feira, 4 de agosto de 2009

O que move o ser humano?

Na última semana tive a oportunidade de assistir o filme de Sergei Bodrov O Guerreiro Genghis Khan (Mongol), que concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2008. O filme é mais um daqueles de batalhas épicas, com destaque para os Khan´s vistos como estrategistas, principalmente no caso do protagonista Temüjin.

Em suma, o filme acompanhaa história de Temüjin, a partir de seu nascimento nas estepes em 1192. Filho do khan (líder) local, Temüjin precisa aprender cedo a sobreviver sozinho, depois que o pai é envenenado e traído pelos seus comandados. Formando aliados e fazendo inimigos, perdendo e ganhando batalhas, Temüjin se torna, 20 anos depois, um grande líder tribal.

Críticos interpretam o filme como uma mensagem ao mundo que o Uzbequistão foi (e é) muito mais do que o país de Borat. Alguns também observam a nostalgia russa da dissolução do império soviético. A despeito dos paralelismos políticos e históricos meu enfoque é outro.

Genghis Khan foi visto por muitos como um terrível aniquilador de adversários, um dos maiores genocidas da história do mundo. Bodrov, contudo, traça um retrato simpático do mito, e, o que mais me chamou a atenção é que a motivação demonstrada por Temüjin, que pode ser resumida uma cena: assim que resgatado de uma jaula pela esposa, Temüjin comenta que já tem os nomes dos próximos filhos em mente, então a companheira comenta que os mongóis não respeitam mais as tradições de guerra e que a insegurança tomou conta de todos. É aí que Temüjin se levanta a fim de rearticular seu grupo e ir para guerra contra o grupo dominante entre os mongóis.

Temüjin teria sido movido pelo ideal de unificação dos mongóis, tal unificação permitiria, finalmente, que ele tivesse paz com sua esposa. Quando Temüjin vai pra guerra, ele, como narrador-personagem, fala das leis que deseja implementar entre os mongóis.

Estou longe de ser um bom graduando em história. Meu conhecimento é ainda menor em antropologia, psicologia e quaisquer outras "ias" que vou dar um pitaco. Mas esse é meu blog, então publico a besteira que eu quiser aqui!

O que move o homem é o ideal. Quando falo aqui em ideal, podemos dizer não apenas coisas bonitas, como o ideal de uma sociedade justa e igualitária (bom seria se todos pensassem assim), falo também que, o que pode mover o ser humano é o ideal do seu próprio umbigo.

Certa vez eu li que ter um ideal é o mesmo que sonhar acordado. Tem gente que sonha em ter uma bela casa apartamento, tem gente que sonha ter um carro do ano, tem gente que sonha com posições, cargos (isso não é crime). De certa forma, somos todos idealistas. O grande xis da questão está na seguinte pergunta: canalizaremos nossos ideais para o bem comum ou para o nosso próprio umbigo?


Se quisermos morar em uma cidade mais segura, com boa educação, com menos poluição, enfim, um ambiente saudável para toda a coletividade, devemos canalizar nossos ideais para o bem comum, e certamente o nosso umbigo e o do próximo também estarão a salvo!

O ex-presidente dos Estados Unidos John Kennedy disse certa vez que "o homem pode morrer, nações podem subir e tombar, um ideal, porém, vive sempre, os ideais jamais morrem." Acho que ele não estava falando sobre ideais egocêntricos né?

4 comentários:

Anônimo disse...

top [url=http://www.001casino.com/]001 [/url]coincide the latest [url=http://www.realcazinoz.com/]free casino bonus[/url] free no consign reward at the best [url=http://www.baywatchcasino.com/]no deposit bonus
[/url].

Anônimo disse...

JJ Watt Blue Jersey

Just because you have determined who your market it, doesn't mean you are done Make them work for you by putting them into action and don't forget: Knowledge isn't power, it is putting our knowledge in to action so it works for us is what empowers us!Until next time You can even order for everyone in the family or, as is popular these days, have matching ones that you and your significant other can wear to the games

Steelers Heath Miller Jersey

Your list can help you to get your articles published on a regular basis by ezine publishers and webmasters who enjoy your writing Inkjet cartridges can print on almost anything including fabric, film, and almost any size piece of paper There are many sharp points that can tear the cloth's fiber and leave loose strands inside the printer Like everything else in life, illness or accidents don't always happen between 8:00 a

NaVorro Bowman Women's Jersey

Anônimo disse...

[url=http://casodex-bicalutamide.webs.com/]Casodex
[/url] Bicatleon
Bicalutamide 50 mg
bicalutamide cost

Anônimo disse...

[url=http://www.wladyslawowo-a1.pl]Władysławowo[/url] to znana miejscowosc nadmorska, to bardzo czesto wybierane miejsce na wczasy nad morzem. Posiada[url=http://www.wladyslawowo-a1.pl] kwatery Wladyslawowo[/url] blisko plazy oraz ma [url=http://www.wladyslawowo-a1.pl]noclegi Wladysłlwowo[/url] najtansze na Polwyspie Helskim. Do portu Wladyslawowo przybijaly statki o łacznej nosno: ponad 350 tys. ton. Wsrod nich jednostki serii B-670, bazy konserwiarnie, ktore w ciagu jednej doby pracy na morzu mogą wyprodukować około pół miliona puszek konserw rybnych. Plywaja tu wielkie promy pasażersko-samochodowe dla armatora szwedzkiego. Statek zabiera 1800 pasażerów w 800 kabinach. Przy ujsciu do morze znajduje się port rybacki [url=http://www.wladyslawowo-a1.pl]Władysławowo[/url] , gdzie miesci się rybacka spół­dzielnia poławiająca ok. 25 tys. ton ryb rocznie); budzi podziw stale rozbudowywany port handlowy (przeładunki do 200 000 ton) i port pasazerski. Na dawnym forcie miesci sie latarnia morska z 1907 r. odbudowana po wojnie. Do waznych atrakcji , jaką dają tanie noclegi Wladyslawowo jest przyjemny spacer brzegiem morza.